Polícia inglesa já sabe o que aconteceu à pequena Maddie


Os agentes da 'Operação Grange', que investigam o caso Maddie, estiveram em Portugal em segredo em 2017 e dizem ter descoberto o que aconteceu à menina.

A polícia inglesa conseguiu mais um financiamento estatal de 172 mil euros para seguir pistas altamente confidenciais que garante ter sobre o desaparecimento de Madeleine McCann, a menina de 4 anos que desapareceu em maio de 2007 na praia da Luz, no Algarve.

Os investigadores acreditam que agora é que vão desvendar o mistério do desaparecimento de Maddie depois de terem realizado, em 2017, várias visitas mantidas em segredo a Portugal. Os agentes britânicos que têm nas mãos a documentação da 'Operação Grange' (todo o processo do desaparecimento de Maddie) acreditam estar perto de resolver o mistério, em especial depois de terem analisado as cerca de 40 mil folhas de documentação arquivada pela polícia portuguesa.

Este novo pedido de dinheiro para a investigação que, em 11 anos, já custou cerca de 13 milhões de euros, ou seja, mais de um milhão de euros por ano, foi "cuidadosamente considerado", segundo avançou então fonte do Ministério do Interior britânico e, pelos vistos, foi autorizado e concedido. Têm até Março de 2019 para concluir com sucesso a investigação.

Os pais de Maddie, Katie e Gerry McCann, sempre defenderam que a filha está viva. A ser verdade, a rapariga inglesa terá agora 15 anos de idade.
A estranha contratação do porta-voz do governo inglês

O processo de desaparecimento de Maddie esteve sempre envolto num imenso sigilo e ganhou contornos de assunto de estado, nomeadamente quando o casal McCann contratou Clarence Mitchell, o porta-voz do então primeiro-ministro britânico Gordon Brown. Além de Clarence Mitchell ter conseguido afastar o inspector-chefe Olegário Sousa de ser o rosto das informações oficiais, ele terá ajudado o casal McCann a ocultar informações da investigação e a atenuar a "relação turbulenta" entre Kate e Gerry McCann e as autoridades policiais portuguesas e do Reino Unido, sempre devido a desconfianças e fugas de informação.

Fonte: Flash

Sem comentários:

Enviar um comentário

INFORMAÇÃO

Algumas fotografias utilizadas neste blog e alguns artigos são provenientes de outras fontes como Jornais, Revistas, Blogues, órgãos de comunicação social, bases fotográficas estrangeiras e motores de busca. Todos os artigos tem a fonte da foto e da noticia no final do mesmo. Se alguma entidade se sentir lesada ou não permitir a utilização de algum conteúdo utilizado neste sítio comunique-nos, por favor, e prontamente será retirado.